Blog Liberfly

Está sem nenhuma companhia para viajar? Vá sozinho!

Está sem nenhuma companhia para viajar? Vá sozinho!

Suas férias caem numa época em que ninguém está disponível a embarcar na trip. Mesmo assim você quer escapar do cotidiano. Passar dias sem fazer nada na mesma cidade em que trabalha é algo fora de cogitação. Seu melhor amigo não poderá ir, mas te avisa: Viajar sozinho é um caminho sem volta! A coragem te preenche até comprar, ainda sem muita convicção, a passagem.

Primeiro passo dado, é hora de organizar a viagem. Você não vai ter a companhia das pessoas que ama, nem dos seus amigos ou de algum familiar. Também não terá ninguém que te impeça de concluir seus planos e alterar o roteiro da viagem. Sozinho em um lugar diferente, dê adeus à sua zona de conforto. Terá tempo para desfrutar do seu momento de lazer como jantar sozinho ou admirar uma paisagem, e como lida em situações limites sem o amparo de conhecidos, ajudará a adquirir autoconhecimento.

Porém, um lobo solitário pode encontrar sua alcateia. Hospedado em hostel, você conhecerá inúmeras pessoas que também estão viajando com o mesmo propósito que o seu. Trocar ideias sobre pontos turísticos a serem visitados e os melhores points para diversão no local, além de agendar ida às cidades de origem de seus novos amigos, contribui para que o sentimento de solidão vá para longe. Fechar pacotes de trilhas com um grupo é muito mais fácil, então porque não embarcar nessa com seus novos amigos?

Viajar sozinho é ser dono de todas as decisões. É comer na hora que sentir fome, descansar a hora que sentir sono e visitar um museu mesmo que não estivesse nos planos. Ou não fazer nada disso. É escolher os momentos em que deseja estar acompanhado ou não e observar que tem muita gente por aí viajando sozinha também!

Mantenha-se atento!

Existem alguns perigos ao viajar sem companhia. Seja prudente ao pegar uma carona, fazer trilha num lugar desconhecido ou viajar de moto. Mulheres têm que redobrar a atenção com o assédio em alguns destinos, como Cuba, Marrocos e Arábia Saudita. Um rolé a noite também é um obstáculo para quem gosta de curtir uma balada. Por isso, é fundamental que você converse com cidadãos locais ou faça amizade com hóspedes do mesmo lugar que você está, sempre haverá alguém para fechar contigo! E se não houver, conhecerá o ônus de uma viagem independente. Lembre-se que você nasceu sozinho e nada mais basta além da sua própria companhia!